Mafalda, de Quino: 50 anos da primeira publicação

Imagem: Mafalda, de Quino

“Na vida real, eu nasci em 15 de março de 1962”, disse Mafalda em uma carta de apresentação. Nesse ano, o escritor Joaquín Lavado “Quino” se propôs a fazer uma campanha publicitária para eletrodomésticos. A agência queria algo pouco detalhado: uma família de classe média, com um personagem cujo nome começasse com as letras M e A. Você já imagina o que surgiu.

Embora o projeto publicitário não tenha se realizado, Quino guardou as tirinhas e elas passaram a ser publicadas, em 1964, na revista Leoplán. Em poucos meses, a pequena Mafalda já havia se tornado uma celebridade e, de certa forma, um ícone da infância.

Com uma tartaruga chamada “Democracia” (assim batizada pela lentidão que tem p’ra tudo), a paixão pelos Beatles e um pavor absoluto de sopa, ela conta com a ajuda de seus amigos Felipe, Manolito, e Susanita – e posteriormente a pequena Liberdade (alguma coincidência?) e seu irmão Guille. Cada um trazendo  indagações a seu modo. Outro aspecto interessante das tirinhas é que as frases, como “Comienza tu día con una sonrisa, verás lo divertido que es ir por ahí desentonando con todo el mundo” se tornaram clássicas, e são facilmente reconhecíveis.

Quino decidiu acabar com a publicação das histórias em 25 de Junho de 1973. Desde então, ainda desenhou Mafalda algumas poucas vezes, principalmente para as campanhas de Direitos Humanos.

Atualmente, as tirinhas são muitíssimo conhecidas pelos vestibulandos. Contudo, recomendo que sejam lidas sem compromisso, com calma e saboreando cada genial nuance da história. Se você pretende começar, sugiro o blog Clube da Mafalda, onde há diversas tirinhas disponíveis. Sugiro as tirinhas também como um excelente modo de incentivar crianças à atitude filosófica.

É interessante salientar ainda que apesar de Quino ser contrário à ideia de uma adaptação ao cinema ou teatro, um desenho animado foi realizado por Carlos Márquez em 1982. Ele (o desenho) continua pouco divulgado e conhecido.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Mafalda, de Quino: 50 anos da primeira publicação

  1. Raul Lord março 14, 2012 às 4:39 pm Reply

    Perfeita postagem, muito boa…
    Lembrei desta que escrevi em janeiro: “Mafalda e Lisa Simpson : Gêmeas siamesas ”
    http://ce.ligahumanista.org/2012/01/mafalda-e-lisa-simpson-gemeas-siamesas.html

  2. Sylvio Deutsch março 15, 2012 às 3:55 am Reply

    Muito bem lembrado! Mafalda continua fenomenal depois desse tempo todo. Sempre releio os dois livros Toda a Mafalda e Mafalda Inédita (haja contradição nesses títulos!).

    Adoro todas as tirinhas. Exceto a última. Até o Quino já disse que aquilo da Mafalda ser menino foi uma besteira.

    Tem os dois livros aqui, tanto em espanhol quanto em português (espanhol é mais barato!):

    http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ESTRUTN1=&ORDEMN2=E&PALAVRASN1=Toda+Mafalda&image2.x=32&image2.y=18&ORDEMN2=E&FILTRON1=X&pac_id=31721&gclid=CMS13cOA6K4CFY1R7Aodvw22hw

    http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ORDEMN2=E&ESTRUTN1=&PALAVRASN1=MAFALDA%20IN%C9DITA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: