Geral

21 importantes cientistas que estão vivos

ALAN GUTH (1947) – Físico americano, professor e pesquisador do Massachussets Institute of Technology (MIT). Guth é conhecido por ser o pai da teoria da inflação cósmica. Segundo essa teoria, o universo sofreu uma expansão exponencial nos primeiros instantes após o big bang. A teoria inflacionária foi proposta pela primeira vez em 1981, e nos anos seguintes vários físicos tais como Stephen Hawking, Andrei Linde e Paul Steinhardt foram responsáveis por seu desenvolvimento e modificação, inclusive Guth. A inflação cósmica foi proposta por Guth para resolver alguns dos problemas fundamentais do modelo padrão do big bang, e atualmente vem sendo muito discutida no contexto da Teoria das Cordas e também por apresentar boa concordância experimental com os dados do satélite WMAP. Foto: Betsy Devine / Flickr
ANDREW WILES (1953) – Matemático britânico que propôs a resolução para o Último Teorema de Fermat. A história romanceada da demonstração do UTF está detalhadamente apresentada no livro de Simon Singh: “O Último Teorema de Fermat“, Editora Record (BR), 1998. O livro teve versão para a televisão na série de documentários científicos da BBC “Horizon”. Foto: C. J. Mozzochi, Princeton N.J
ANDREW ZACHARY FIRE (1959) – Biólogo e matemático estadunidense; professor da Universidade de Stanford. Recebeu, conjuntamente com Craig Mello, o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 2006, pela descoberta da interferência de ARN (RNA) e que foi publicada em 1998. Foto: Stanford News Service
CHARLES TOWNES (1915) – Físico americano que ficou famoso pelo desenvolvimento do raio laser. Foi Nobel de Física em 1964, por trabalhos fundamentais no campo da eletrônica quântica, conduzindo à construção de osciladores e amplificadores baseados no princípio dos maser e laser. Foto: The Nobel Foundation.
CRAIG VENTER (1946) – Bioquímico americano que sequenciou, pela primeira vez, o genoma humano. Em 2010, o pesquisador anunciou o desenvolvimento de células sintéticas. Foto: Liza Gross / Wikimedia Commons
DONALD KNUTH (1938) – Cientista da computação que criou as bases do campo de análise de algoritmos e desenvolveu o conceito de número surreal. É professor emérito da Universidade de Stanford. Foto: Jacob Appelbaum/ Flickr
EDWARD WITTEN (1951) – Físico e matemático americano, famoso por suas pesquisas relacionadas à Teoria das Cordas. O asteroide 11349 Witten foi batizado em sua homenagem. Foto: Ojan / Wikimedia Commons
EDWARD OSBORNE WILSON (1929) – Biólogo estadunidense, pioneiro na Sociobiologia. Suas teorias sugerem que o comportamento animal (incluindo o humano) pode ser estudado por um viés evolutivo. Foto: Jim Harrison / Wikimedia Commons
JAMES LOVELOCK (1919) – Cientista britânico que desenvolveu a ‘Hipótese de Gaia’, que descreve a Terra como um superorganismo. Construiu vários equipamentos de exploração de superfícies extraterrestres para a Nasa. Foi o primeiro pesquisador a descobrir a presença de CFC na atmosfera. Foto: Bruno Comby / Wikimedia Commons
JAMES HANSEN (1941) – Climatologista americano, chefe do Instituto de Pesquisas Especiais Goddard da Nasa e professor da Universidade de Columbia. Foi um dos primeiros cientistas a alarmar o mundo sobre o Efeito Estufa. Foto: Bill Ebbesen / Wikimedia Commons
JAMES WATSON (1928) – Biólogo molecular e geneticista americano que sugeriu o ‘modelo de dupla-hélice’ da estrutura das moléculas de DNA. Foi premiado com o Nobel de Fisiologia/ Medicina em 1962. Foto: Jan Arkesteijn / Wikimedia Commons
JANE GOODALL (1934) – Antropóloga e primatologista britânica, conhecida por seus estudos com chimpanzés. Foto: Floatjon / Wikimedia Commons
KARY MULLIS (1944) – Bioquímico americano que inventou a Reação em Cadeia da Polimerase (PCR). Recebeu o Nobel de Química em 1993. Foto: Dona Mapston / Flickr
NOAM CHOMSKY (1928) – Linguista e filósofo estadunidense, famoso por suas críticas contra o Behaviorismo (Teoria Comportamental). Escreveu mais de 100 livros e desenvolveu a Teoria da Gramática Universal. Foto: Wikimedia Commons
PERSI DIACONIS (1945) – Matemático e ex-mágico americano. Ficou conhecido por seus estudos sobre aleatoriedade e probabilidade. Foto: Søren Fuglede Jørgensen
RICHARD DAWKINS (1941) – Etólogo e evolucionista britânico, conhecido seus livros polêmicos nos quais defende a teoria de Charles Darwin. É um entusiasta do ateísmo. Foto: Wikimedia Commons
ROGER PENROSE (1931) – Físico e matemático inglês, e professor emérito da Universidade de Oxford. Ficou famoso por seus estudos relacionados à Física Quântica. Foto: Biswarup Ganguly / Wikimedia Commons
STEPHEN HAWKING (1942) – Físico teórico e cosmólogo britânico, tornou-se um dos cientistas mais famosos da atualidade. Desenvolveu estudos sobre a inflação cósmica nos anos 1980 e realizou extensas pesquisas sobre gravidade quântica. Foto: Domínio Público
SYDNEY BRENNER (1927) – Biólogo sulafricano que obteve grandes avanços nas pesquisas relacionadas ao código genético. Foi premiado pelo Nobel de Fisiologia / Medicina em 2002. Foto: Swotti
TIM BERNERS-LEE (1955) – Cientista da computação e físico britânico que criou a World Wide Web. Atualmente, é professor do Massachussets Institute of Technology (MIT). Foto: Uldis Bojars / Flickr
[BÔNUS: O BRASILEIRO]
MIGUEL NICOLELIS (1961) – é um médico e cientista brasileiro. É filho da escritora Giselda Laporta Nicolelis. Foi considerado um dos 20 maiores cientistas do mundo no começo da década passada, segundo a revista “Scientific American”[1]. Foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009[2]. Nicolelis é o primeiro cientista a receber da instituição americana no mesmo ano o Pioneer e o Transformative R01 e o primeiro brasileiro a ter um artigo publicado na capa da revista Science.
Anúncios

8 comentários em “21 importantes cientistas que estão vivos”

  1. Só discordo de Dawkins. Não que não tenha algum valor, mas deixa muito a desejar frente aos demais. A meu ver, ele foi elencado aqui, muito mais como resultado de uma identificação com a postura ateísta por ele defendida, do que como resultado de mérito pessoal/intelectual de sua figura.
    p.s.: Boa sacada Rafael! Ocupados em nos curvar para os estrangeiros, por vezes esquecemos que aqui também há vida inteligente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s