21 importantes cientistas que estão vivos

ALAN GUTH (1947) – Físico americano, professor e pesquisador do Massachussets Institute of Technology (MIT). Guth é conhecido por ser o pai da teoria da inflação cósmica. Segundo essa teoria, o universo sofreu uma expansão exponencial nos primeiros instantes após o big bang. A teoria inflacionária foi proposta pela primeira vez em 1981, e nos anos seguintes vários físicos tais como Stephen Hawking, Andrei Linde e Paul Steinhardt foram responsáveis por seu desenvolvimento e modificação, inclusive Guth. A inflação cósmica foi proposta por Guth para resolver alguns dos problemas fundamentais do modelo padrão do big bang, e atualmente vem sendo muito discutida no contexto da Teoria das Cordas e também por apresentar boa concordância experimental com os dados do satélite WMAP. Foto: Betsy Devine / Flickr
ANDREW WILES (1953) – Matemático britânico que propôs a resolução para o Último Teorema de Fermat. A história romanceada da demonstração do UTF está detalhadamente apresentada no livro de Simon Singh: “O Último Teorema de Fermat“, Editora Record (BR), 1998. O livro teve versão para a televisão na série de documentários científicos da BBC “Horizon”. Foto: C. J. Mozzochi, Princeton N.J
ANDREW ZACHARY FIRE (1959) – Biólogo e matemático estadunidense; professor da Universidade de Stanford. Recebeu, conjuntamente com Craig Mello, o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 2006, pela descoberta da interferência de ARN (RNA) e que foi publicada em 1998. Foto: Stanford News Service
CHARLES TOWNES (1915) – Físico americano que ficou famoso pelo desenvolvimento do raio laser. Foi Nobel de Física em 1964, por trabalhos fundamentais no campo da eletrônica quântica, conduzindo à construção de osciladores e amplificadores baseados no princípio dos maser e laser. Foto: The Nobel Foundation.
CRAIG VENTER (1946) – Bioquímico americano que sequenciou, pela primeira vez, o genoma humano. Em 2010, o pesquisador anunciou o desenvolvimento de células sintéticas. Foto: Liza Gross / Wikimedia Commons
DONALD KNUTH (1938) – Cientista da computação que criou as bases do campo de análise de algoritmos e desenvolveu o conceito de número surreal. É professor emérito da Universidade de Stanford. Foto: Jacob Appelbaum/ Flickr
EDWARD WITTEN (1951) – Físico e matemático americano, famoso por suas pesquisas relacionadas à Teoria das Cordas. O asteroide 11349 Witten foi batizado em sua homenagem. Foto: Ojan / Wikimedia Commons
EDWARD OSBORNE WILSON (1929) – Biólogo estadunidense, pioneiro na Sociobiologia. Suas teorias sugerem que o comportamento animal (incluindo o humano) pode ser estudado por um viés evolutivo. Foto: Jim Harrison / Wikimedia Commons
JAMES LOVELOCK (1919) – Cientista britânico que desenvolveu a ‘Hipótese de Gaia’, que descreve a Terra como um superorganismo. Construiu vários equipamentos de exploração de superfícies extraterrestres para a Nasa. Foi o primeiro pesquisador a descobrir a presença de CFC na atmosfera. Foto: Bruno Comby / Wikimedia Commons
JAMES HANSEN (1941) – Climatologista americano, chefe do Instituto de Pesquisas Especiais Goddard da Nasa e professor da Universidade de Columbia. Foi um dos primeiros cientistas a alarmar o mundo sobre o Efeito Estufa. Foto: Bill Ebbesen / Wikimedia Commons
JAMES WATSON (1928) – Biólogo molecular e geneticista americano que sugeriu o ‘modelo de dupla-hélice’ da estrutura das moléculas de DNA. Foi premiado com o Nobel de Fisiologia/ Medicina em 1962. Foto: Jan Arkesteijn / Wikimedia Commons
JANE GOODALL (1934) – Antropóloga e primatologista britânica, conhecida por seus estudos com chimpanzés. Foto: Floatjon / Wikimedia Commons
KARY MULLIS (1944) – Bioquímico americano que inventou a Reação em Cadeia da Polimerase (PCR). Recebeu o Nobel de Química em 1993. Foto: Dona Mapston / Flickr
NOAM CHOMSKY (1928) – Linguista e filósofo estadunidense, famoso por suas críticas contra o Behaviorismo (Teoria Comportamental). Escreveu mais de 100 livros e desenvolveu a Teoria da Gramática Universal. Foto: Wikimedia Commons
PERSI DIACONIS (1945) – Matemático e ex-mágico americano. Ficou conhecido por seus estudos sobre aleatoriedade e probabilidade. Foto: Søren Fuglede Jørgensen
RICHARD DAWKINS (1941) – Etólogo e evolucionista britânico, conhecido seus livros polêmicos nos quais defende a teoria de Charles Darwin. É um entusiasta do ateísmo. Foto: Wikimedia Commons
ROGER PENROSE (1931) – Físico e matemático inglês, e professor emérito da Universidade de Oxford. Ficou famoso por seus estudos relacionados à Física Quântica. Foto: Biswarup Ganguly / Wikimedia Commons
STEPHEN HAWKING (1942) – Físico teórico e cosmólogo britânico, tornou-se um dos cientistas mais famosos da atualidade. Desenvolveu estudos sobre a inflação cósmica nos anos 1980 e realizou extensas pesquisas sobre gravidade quântica. Foto: Domínio Público
SYDNEY BRENNER (1927) – Biólogo sulafricano que obteve grandes avanços nas pesquisas relacionadas ao código genético. Foi premiado pelo Nobel de Fisiologia / Medicina em 2002. Foto: Swotti
TIM BERNERS-LEE (1955) – Cientista da computação e físico britânico que criou a World Wide Web. Atualmente, é professor do Massachussets Institute of Technology (MIT). Foto: Uldis Bojars / Flickr
[BÔNUS: O BRASILEIRO]
MIGUEL NICOLELIS (1961) – é um médico e cientista brasileiro. É filho da escritora Giselda Laporta Nicolelis. Foi considerado um dos 20 maiores cientistas do mundo no começo da década passada, segundo a revista “Scientific American”[1]. Foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009[2]. Nicolelis é o primeiro cientista a receber da instituição americana no mesmo ano o Pioneer e o Transformative R01 e o primeiro brasileiro a ter um artigo publicado na capa da revista Science.
Anúncios

8 pensamentos sobre “21 importantes cientistas que estão vivos

  1. rafaelhsr Rocha agosto 17, 2012 às 9:41 pm Reply

    Podia ter o Miguel Nicolelis, que foi considerado um dos 20 cientistas mais influentes da atualidade, ainda está vivo e é brasileiro =)

  2. Albert agosto 18, 2012 às 3:24 am Reply

    Só discordo de Dawkins. Não que não tenha algum valor, mas deixa muito a desejar frente aos demais. A meu ver, ele foi elencado aqui, muito mais como resultado de uma identificação com a postura ateísta por ele defendida, do que como resultado de mérito pessoal/intelectual de sua figura.
    p.s.: Boa sacada Rafael! Ocupados em nos curvar para os estrangeiros, por vezes esquecemos que aqui também há vida inteligente.

    • Lisiane Pohlmann agosto 18, 2012 às 3:19 pm Reply

      Oi, Albert.

      Essa pesquisa não é minha. O link desse ranking (sem o Nicolelis) está ao final do post.

      Abraços

  3. Edvan Angelo julho 27, 2013 às 6:20 am Reply

    Faltou o Vincent Cerf, “pai” da internet

  4. Adonis novembro 24, 2014 às 9:14 pm Reply

    legal!

  5. Anderson Brasil novembro 15, 2015 às 6:30 pm Reply

    Como assim, faz uma lista de 21 importantes cientistas que estão vivos e não me incluiu nela?! =p

  6. Melo março 28, 2016 às 10:05 pm Reply

    Faltou Peter Higgs! Ficou vivo para ver suas teorias comprovadas com experimentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: