[Vídeo] Por que pessoas boas fazem coisas ruins?

Texto de André Rabelo em ScienceBlogsBrasil

O que leva torcedores de um jogo de futebol a espancar, matar e esquartejar um árbitro de uma partida de futebol? Ou o que leva soldados a cometerem torturas cruéis, como as que ocorreram em Abu Ghraib? Várias causas estão envolvidas na violência, mas uma delas é pouco conhecida e muito subestimada – a influência social.

A conformidade e a obediência a autoridades, duas formas de influência social estudadas na psicologia, estão envolvidas em muitos dos episódios de violência mais cruéis de que temos conhecimento.

A violência possui diversas causas – econômicas, culturais, históricas e psiquiátricas, por exemplo. Dentre elas, uma das explicações causais mais intuitivas para as pessoas é a de que atos violentos são realizados por pessoas violentas – pessoas com um tipo de essência “má” que as diferem do resto da população. Mas uma das causas da violência, a influência social, provavelmente está por detrás de muitos episódios de violência. Nos dois vídeos abaixo, veremos que, nem sempre, quem faz coisas ruins são pessoas com um histórico e propensão a agir agressivamente.

Parte 2:

É importante enfatizar que ter esse conhecimento nos ajuda a entender o comportamento das pessoas e a ser mais precavidos, mas de maneira alguma esse conhecimento nos permite justificar moralmente tais comportamentos.

Referências adicionais:

Zimbardo, P. G. (2012). O efeito Lúcifer: Como pessoas boas se tornam más. Rio de Janeiro: Record.

Nesse livro traduzido para o Português, um dos maiores psicólogos sociais e investigadores de processos de influência social explora alguns dos estudos mais famosos da área e o que eles revelam sobre a natureza humana.

Pinker, S. (2013). Os anjos bons da nossa natureza: Por que a violência diminuiu. São Paulo: Companhia das Letras.

O famoso divulgador da psicologia e psicolinguista Steven Pinker dedicou um volume inteiro para discutir as causas da violência e as evidências de que a violência tem diminuído ao longo da história humana. Felizmente, o seu livro já foi traduzido para o Português.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: