A fome no mundo e uma campanha sobre o casamento igualitário

Imagem: quando a liberdade encontra a justiça

Imagem: quando a liberdade encontra a justiça

Se você tem Facebook, provavelmente notou uma “onda colorida” invadindo os avatares dos seus amigos neste 26 de junho. Isto ocorreu porque o próprio Facebook criou um mecanismo facinho de colorir sua foto com as cores da “bandeira gay”, para comemorar que Suprema Corte dos EUA legalizou o casamento igualitário. Não foi compulsório: mudava o avatar quem queria.

Meu avatar, em comemoração

Meu avatar, em comemoração

Quem colocou o arco-íris no avatar estava enviando uma mensagem de apoio aos gays e de aprovação à Suprema Corte dos EUA pela legalização do casamento igualitário em todos os estados do país. Usamos fotos simbolizando o Natal, a Páscoa, o dia das crianças, o dia dos namorados, o amor por um time, uma campanha política. Por que não poderíamos utilizar fotos de apoio à causa LGBT? Teve gente argumentando sobre isso, falando que “só participam de alguma campanha no dia em que as nações se unirem contra a fome na África” (com algumas variações sobre a fome: alguns utilizavam a saúde, a educação, a habitação, enfim), e é exatamente sobre isso que quero falar (rapidamente) aqui, e exatamente para estas pessoas.

Deixa ver se entendi bem: as pessoas só poderão se amar quando todos tiverem casa, comida, educação e saúde de qualidade, e comida farta? Para acabar com a fome no mundo, os gays não podem se casar? E pra apoiar uma causa que estima, você precisa unir uma nação? E quando as crianças em sistema de adoção podem ser adotadas por homoafetivos, você apoia? Não deu pra disfarçar o preconceito: a gente percebe facinho.

Falso dilema” é um argumento utilizado para afirmar que se está dando atenção a algo (neste caso específico, o casamento igualitário) em detrimento a outro algo que  seria “mais importante”. Assim foi com a questão da fome, da educação ou da saúde: embora apoiar o casamento igualitário não diminua nenhuma delas, houve quem defendesse que sim. Ainda sobre o “falso dilema”, teve quem afirmasse que o casamento igualitário no Brasil era mais importante, e foi legalizado em 2013. É verdade. É sim. O casamento civil de pessoas do mesmo sexo foi legalizado no Brasil através de uma resolução do CNJ desde 2013. Ainda assim, nosso país bate recordes de crimes homofóbicos. Acontece que comemorar a aprovação da Suprema Corte nos EUA não invalida a luta brasileira em momento algum, pelo contrário: a fortalece. Unir-se em prol de uma causa fortalece a causa.

Aqui vão alguns fatos que você talvez não conheça: Bill Gates, o “carinha da Microsoft”, já doou US$22,95 bilhões para combater a fome no mundo. De forma não muito diferente, o criador do Facebook doou US$ 25 milhões para combater o vírus ebola na África. Alan Turing, um dos pais da computação, era gay. Todos eles são/foram apoiadores do movimento gay. O fundamentalismo é que não ajuda o mundo em nada. Sabe o que é mais interessante? Que as pessoas que resmungam por uma campanha em apoio à liberdade  de amar, alegando “inutilidade” desta ação, são as mesmas pessoas que digitam “amém” em fotos de crianças mutiladas.

Cidadãos ajudam a combater a homofobia somente pelo ato de respeitar duas pessoas que se amam e são do mesmo sexo. Sabe o que realmente “falta no mundo”? Bom senso. Colocar-se no lugar do outro não é transferir “sua alma” para o outro: é ser capaz de vê-lo como semelhante. Você se lembra dos cristãos nos anos 60, protestando contra a legalização do casamento entre negros e brancos? Pois é. Lembra-se dos protestos contra a possibilidade de mulheres votarem? Pois é. Sempre tem quem queira  “atravancar o progresso” resmungando que “há coisas mais importantes com o que se preocupar”.

E se nada disso adiantou, vai aqui uma novidade incrível: apoiar o casamento igualitário não o tornará gay. Pessoas de bem com a própria sexualidade não se sentem ameaçadas com a sexualidade alheia, e entendem que a felicidade do outro não inibe nem coíbe a própria felicidade. Uau!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: