Alguns motivos não-nerds para se apaixonar por Star Trek

Imagem: divulgação da série

Imagem: divulgação da série

  • Foi nela que ocorreu o primeiro beijo interracial da TV americana: entre tenete Uhura e capitão Kirk, em 1968 – mesmo ano do falecimento de Martin Luther King.
  • O personagem Spock quase foi cortado da série por causa dos protestos de entidades religiosas que o consideravam muito parecido com o diabo.
  • O diretor da série afirma que essa aventura traz os mais nobres ideais da modernidade, como a luta pela democracia contra a tirania e a da razão e do conhecimento científico contra a intolerância e os fanatismos místicos.
  • Seus episódios representaram a saga do homem em compreender o que é a natureza humana, isto é, o que define a humanidade em comparação e contraste com outras espécies e civilizações. A população da Enterprise é diversificada.
  • Era para o ônibus espacial Enterprise ser batizado de Constitution, mas não o foi por que os fãs de jornada nas estrelas convenceram a Nasa a batizá-lo com o mesmo nome da nave do capitão Kirk.
  • Foi a primeira vez que uma atriz negra não representou uma personagem marginal.
  • E a série também antecipou algumas tecnologias. Você pode conferir clicando aqui uma pequena lista de tecnologias de Star Trek que se tornaram realidade.

Star-Trek-Previsao-Futuro

Um pensamento sobre “Alguns motivos não-nerds para se apaixonar por Star Trek

  1. orig4mi julho 24, 2015 às 6:37 pm Reply

    Muito bom!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: